Dicas para emagrecer:Conheça a Dieta Atkins

Criada pelo Americano Cardiologista Dr ROBERT ATKINS,  nos anos 60 e publicado originalmente em livro em 1972 como a Dieta Revolucionária do Dr. Atkins e ficou como conhecida como dieta da proteína.Esta dieta tem como principal objetivo restringir o consumo de carboidrato e aumentar a ingestão de proteína e gordura animal.

Esta dieta propõe redução radical do consumo de carboidratos (massas, pães, doces, açúcares) principalmente nas duas primeiras fase, na qual se pode consumir somente até 20g de carboidrato e libera o consumo de carnes (principalmente vermelha), ovos, maionese,  manteiga, gorduras em geral; tem cerca de 1000 kcal/dia, sendo que praticamente metade das calorias provém de gorduras.

 

 

A DIETA É DIVIDIDA EM 4 FASES:

 

INDUÇÃO: Durante 2 semanas estão liberados carnes, queijos e outros produtos ricos em gordura enquanto apenas os vegetais com baixo teor de carboidratos são permitidos, como brócolis, tomate e alface, mesmo assim limitados a 3 porções pequenas por dia.

 

PERDA DE PESO CONTÍNUA: O objetivo dessa fase é descobrir o quanto de carboidratos pode-se comer e ainda perder peso, por isso a quantidade de legumes pode ser aumentada. Essa etapa dura até que se esteja de 3 a 5 quilos de seu peso ideal.

 

PRÉ MANUTENÇÃO: Nesta fase se descobre o quanto de carboidrato pode comer sem ganhar peso. Dez gramas de carboidratos podem ser adicionados por dia. Esta fase dura de 2 a 3 meses.

 

MANUTENÇÃO: O objetivo é manter os hábitos alimentares adquiridos nas fases anteriores, com cerca de 100 gramas de carboidratos por dia.

ALIMENTOS PERMITIDOS: Carnes, aves, peixes, verduras e frutas são muito
bem-vindos. A dieta também libera o consumo de ovos e carnes de porco, como o bacon.

 

ALIMENTOS PROIBIDOS: Todos os derivados de hidratos de carbono são expressamente proibidos. Arroz, pão, massas, farinhas, açúcar, bolo, além das leguminosas como ervilha, milho, lentilha, grão-de-bico. Queijos, leite e derivados também devem ser cortados do cardápio.

Dr. Atkins recomenda restringir a ingestão de carboidratos para fazer com que o metabolismo do organismo troque o uso de glicose como combustível pela queima de gordura (tanto a gordura armazenada no corpo quanto a da dieta). Esse processo de lipolise começa quando o corpo entra no estado de cetose.

 

O QUE É CETOSE?

 

Entrar em cetose significa que acabou o glicogênio do fígado, ocasionada pela ausência de carboidratos que então começa a usar a gordura diretamente para produzir energia, em vez de usar a glicose, como normalmente faz. Provocando com isso a perda rápida de peso.

 

AS VANTAGENS DA DIETA DE ATKINS

 

A s vantagens dessa dieta é que ela permite uma eficaz e rápida perda de peso, pois o corpo passa a queimar gordura pela falta de carboidratos.

A Dieta também diminui a fome devido ao fato do processo de digestão das carnes serem longo aumentando a sensação de saciedade por mais tempo.

 

AS DESVANTAGENS DA DIETA DE ATKINS

 

 

Tipicamente pode acontecer enjoo, desidratação, alteração de humor, dores de cabeça, tontura e sonolência, mas para a maior parte das pessoas esses sintomas são leves e passageiros, tornando-se menos pronunciados conforme a dieta vai avançando. O mais importante é manter um elevado consumo de água para aliviar estes sintomas, e se possível consumir bebidas com eletrólitos – sem açúcar, naturalmente, ou o processo de Cetose é interrompido.

Em virtude do grande consumo de alimentos proteicos, a quantidade de gorduras saturada e colesterol são elevados ao ponto de contribuir para aumentar os níveis de colesterol ruim (LDL – colesterol) e favorecer a ocorrência de problemas cardiovasculares.

O excessivo consumo de proteínas pode também ocasionar sobrecarga renal e, se mantida em longo prazo, há o risco do desenvolvimento de insuficiência renal.

Esta dieta não é indicada para gestantes e pessoas com problemas renais, pois na primeira fase da dieta os rins trabalham além do normal eliminando corpos cetônicos pela urina.